Extremistas islâmicos tentam recrutar refugiados sírios na Alemanha

Islâmicos tentam recrutar refugiados na Alemanha
Refugiados sírios que foram recebidos pela Alemanha estão na mira dos grupos extremistas que buscam recrutar novos soldados. O anúncio foi pelo pela segurança doméstica do país nesta quinta-feira (10) após um dos mais conhecidos pregadores islâmicos da Alemanha publicar uma lista de sugestões sobre as melhores maneiras de se aproximar e convencer os refugiados.
Extremistas islâmicos tentam recrutar refugiados sírios na AlemanhaSegundo o jornal britânico Telegraph, Pierre Vogal, antigo lutador de boxe que se converteu ao islamismo, aconselhou que os muçulmanos visitem os refugiados levando presentes e doações para conquistá-los e convencê-los a trabalhar pela causa.
Caso os sírios não aceitem as ofertas feitas, que os muçulmanos extremistas façam apelos aos refugiados recém-chegados nas mesquitas.
Um porta-voz do Escritório para a Proteção da Constituição (BFV, na sigla em inglês) disse ao jornal local Welt que os refugiados serão avisados sobre o plano. As autoridades estão de olho na região da Vestfália, no Estado da Renânia do Norte, onde a maioria dos incidentes aconteceu.
Vogel nega qualquer ligação com grupos jihadistas, mas seu nome é divulgado pelo país como “o pregador salafista [movimento reformista radical islâmico] mais influente da Alemanha”. Seu passado também levanta desconfiança: em junho deste ano a polícia encontrou em sua casa um suspeito de terrorismo que estava escondido.
E não é só isso: Voguel teve seus discursos públicos proibidos pelas autoridades locais diversas vezes. E para completar seu histórico, ele ainda tentou organizar orações fúnebres públicas para Osama bin Laden em 2011. Com informações Veja

Comentários