Advogada se passa por missionária e rouba bens de presidiários


Advogada se passa por missionária e rouba bens de presidiários

A Polícia Civil de Torres (RS) prendeu nesta quinta-feira (8) uma advogada suspeita de enganar presidiários para tirar seus patrimônios.
A mulher se passava por missionária e entrava nas prisões para “evangelizar”, tendo contato com os presidiários, ela os seduzia e conseguia se apropriar dos bens prometendo baixar as penas.
Para chegar a essas conclusões a Polícia investigou a mulher e notou que ela recebia ajuda de um pastor evangélico, identificado como Folharada, que tinha muito prestígio entre os presos.
Além de se apropriar dos bens dos presidiários, a mulher também é acusada de ter mandado executar um casal que disputava o patrimônio de um detento da cidade de Osório.
A advogada presa é casada com um homem condenado a 50 anos de prisão, foi ele quem teria contratado o assassino que matou a irmã e o cunhado de um detento que tentava tomar posse dos bens que eles também tinham interesse. Com informações Terra.