Vândalos destroem praça em Miguel Alves

Por que depredar uma praça?

 

Não tem nem dois anos de restaurada, a praça Enéas Torres, conhecida também como praça de eventos,  está sendo alvo da ação de vândalos que se aproveitam da calada da noite para quebrar as luminárias e os bancos.  É triste isso, mas é a verdade, infelizmente.
Qual o mal que faz uma praça ao ponto do indivíduo destruí-la? É muita falta de respeito e de civilidade, pois quando se quebra o banco ou uma lâmpada de uma praça é como se vocês estivesse saqueando a sua própria casa, porque uma praça não existe por acaso. Ela é um espaço público pensado e construído para servir à cidade  e aos seus habitantes. Falta vigias na praças? Claro que sim. Neste aspecto a culpa não poderia deixar de ser transferida à prefeitura municipal. Mas apesar disso, ninguém tem o direito de destruir  a cidade.
Ora, reclamos muito das praças José Rego e Helvídio Medeiros que estão em péssimo estado de conservação, pra dizer, destruídas. Reclamos quando vimos os animais pastando nelas, mas não reagimos quando um indivíduo as depredam.  Nestas duas situações os animais irracionais são muito menos nocivos às praças do que o animal homem com a sua ignorância, produto da falta de educação e de costume.
Por que este desabafo? Porque eu sou um cidadão miguel-alvense e não posso aceitar uma agressão gratuita a um patrimônio público que é nosso. Que foi construído com o nosso dinheiro. Porque amo Miguel Alves, não por causa dos milhões de reais que transitam mensalmente nas suas contas, mas pelo simples fato de querer vê-la grande e altaneira.
Sempre tive uma visão crítica que me permite ver os graves problemas que acometem a nossa terra, e através da minha liberdade de expressão sempre emiti opiniões que apesar de desagradarem a uns e a outrem, são fundamentadas num sentimento popular.
A cidade é o povo e o povo tem o dever de cuidar bem dela. Infelizmente as duas fotos abaixo mostram como é que a praça Enéas Torres está sendo tratada, notadamente por elementos reles que só se sentem grande quando cometem atitudes maléficas.
praca-11390835605
sem-titulo-praca1390836123Fonte: Blog do Assis
acessa lá: assisdutrablog.wordpress.com