O que você faz quando não há câmeras te vigiando?

O que você faz quando não há câmeras te vigiando?
Ontem vi um filme que se chama “The Experiment“ ou Detenção que é sobre um cientista que contrata voluntários para ficarem reclusos em um local em uma experiência de detenção para analisar o comportamento humano. Este filme é baseado no Experimento de Zimbardo que aconteceu em 1971 pela Universidade de Stanford nos Estados Unidos.
Chegam ao “presídio“ e metade deles se tornam policiais e a outra metade se tornam presos. No inicio tudo parece amistoso até que a trama toma proporções terríveis. Algumas regras são dadas inicialmente e são tomadas como valores absolutos de todos. Porém a sede pelo poder faz que os policiais criem novas regras pois querem ser respeitados como tal.
Violência, humilhação, abuso sexual, sadismo…
A experiência real de Zimbardo também contou com tudo isto e não foi muito diferente do filme. Os “policias“ tiveram tendências sádicas e alguns prisioneiros tiveram graves problemas psicológicos.
Diante disto, um coisa é provada: o homem é completamente depravado e se exposto a situações onde sua cobiça, vaidade e ego são aguçados, ele pode chegar a comportamentos que nem ele mesmo se reconheceria.
Por quê disto? Será que é porque somos fruto do meio em que vivemos? Certamente que não pois haviam regras que foram violadas já no primeiro dia.
Muitos tem uma tendência moralista por querer se mostrar algo que não são, e quando estão sozinhos deixam as mascaras caírem, ou quando são submetidos à forte pressão.
Outros utilizam-se do falso moralismo para dominarem sobre as pessoas e isso explica o comportamento de alguns “pastores”, “apóstolos“, etc.
É só olhar para dentro de si para perceber que existem valores morais em sua mente que estão aí desde sempre e ao mesmo tempo existe algo que te inclina para o que é errado. Isto é o pecado que habita dentro de você e te fará chegar cada vez a situações mais desprezíveis se você der lugar a sua maldade.
O que você faz quando não tem “câmeras” te vigiando?
Jesus venceu a morte e o pecado. Para que sua história não tivesse um fim trágico como do experimento, Jesus veio para libertar aqueles que se deixarem ser transformados por Ele.
Os valores apresentados por Jesus vão além de nossa compreensão, mas que se adotados hoje, viveríamos o céu na terra.
Se você percebe que o pecado que habita dentro de você tem crescido, e você tem chegado a proporções que já não consegue controlar (sexo, trabalho, sede por dinheiro, sede por poder, pornografia, traição, cobiça, mentiras, homossexualismo, ou qualquer outra coisa que tem te destruído por dentro), Jesus pode mudar o curso de sua história. Ele morreu para que você tivesse vida. E não estou perguntando se você freqüenta igreja, pois igreja não salva ninguém, apenas um encontro real e sincero com Jesus pode mudar sua história.

Ore: Senhor Deus, eu reconheço que sou pecador. Reconheço que o pecado habita em mim e que Jesus morreu no meu lugar para me dar vida. Peco perdão pelos meus pecados. Meu coração está diminuindo por isto e peço que o Senhor mude o curso de minha história. Mude a minha vida e transforme o meu coração. Que Jesus seja o meu Senhor e Salvador. Em nome dELe que te oro, Amém!

fonte Gnoticias

Comentários